Guia de Risadas

30 06 2010

Odeio risadas internéticas, são falsas, as pessoas não realmente riem cada vez que digitam auhahuuhauhauha. É, é a verdade inconveniente, que por convenção social, todos aderem, eu não. Segue um guia das minhas risadas online.

(: – só preenchendo espaço, pra não ficar sem graça

(; – sacada inteligente/sacana

hehehe – engraçado, pero no mucho

haha – engraçado

hahahaha – muito engraçado

HAHAHAHAH (infinito em caixa alta) – absurdamente engraçado

RIRAIRAIRAIRAIRAIAR – maléfica/ irônica

#offtopic

kkkkkkkkkk – é a risada da inclusão digital

rs = risos, já no plural, portanto VOCÊ, que usa rsrsrsrsrs é redundante. Aproveite e pare de usar rs, é ridículo.

uauahauhauahua – é a risada default sem sentindo, reproduza esse som com a boca e verá a falta de sentido.

baseado no guia do Neto, o comentarista da Band (!)





Crepúsculo – Parte 1

30 06 2010

Funny Celebrity Tweets - Brett Erlich, Twilight

Crepúsculo é como futebol, correm por 2 horas, ninguém marca ponto e bilhões de fãs insistem que você não entende.

vi aqui





Piada Pronta

30 06 2010

“Robert Pattinson diz quer criar sua própria religião”

“Segundo o astro dos filmes da saga “Crepúsculo”, ele acredita que ter sua própria religião tem muitas vantagens.

“Eu não teria que pagar impostos nunca mais”, brincou.”

Claro, já to lá.





Gírias

30 06 2010

As gírias são temporárias, morrem com o tempo. Cada um tem as suas, as que fala, as antigas, as atuais, as específicas. Quando você ouve ‘mina zica’ você sabe exatamente que tipo de pessoa usa isso, já quanto a ‘mano’, o que dizem ser gíria de paulista e eu nego, é normal, todo mundo (ou quase) fala.

As gírias tem essa particularidade, de serem regionais, como bom paulista, afirmo: Não temos sotaque, nem gírias. Meus amigos de outros estados rebatem. E sim, temos, aparentemente. Paulista diz muito ‘da hora’, ‘paga pau’, ‘trampo’. O que parece ser normal, acabamos não percebendo, talvez por não termos um sotaque tão acentuado como o do gaúcho. ‘Báh, tchê, olha o guri ali.’, uma frase normal pra eles. Mas será que eles falam ‘mano’?

‘Brother’, ‘bagarai’, ‘bolado’, ‘bucha’, ‘irado’ isso  são gírias de carioca, claro. Outro sotaque bem carregado e cheio de gírias.

‘Legal pra catano’, gíria dos anos 70 que morreu, não se ouve isso por aí, e por que, se quem viveu nessa época ainda vive, por que as gírias não? ‘Carambola’, não sei! Talvez porque surgem novas. Ou não.

Chega até a ser engraçado, num mesmo país, tantos dialetos.

Uma vez em Minas Gerais sô, o garçom falou ‘paia’. Com cara de interrogação perguntamos, o que é ‘paia’? Ele, espantado, respondeu, é tipo ‘sem graça’, ‘chato’. Admito, nunca antes tinha ouvido essa palavra.

Outra coisa da regionalidade é a diferença de palavras, de um estado ao outro uma frase muda completamente de sentido. Se você ouvir na Bahia que alguém foi na padaria comprar cacetinho, uma vara  e um negrinho, vai fazer todo sentido, se ouvir isso aqui em São Paulo, no mínimo, pegará mal. Lá eles pegam o humilhante, não o ônibus.

É, é estranho. Claro, estados como o Tocantins não podem ser esquecidos, lá eles falam ‘abigobel’, ‘apetrechada’, ‘arrudiar’, ‘beléu’, brugeulo’.

‘Eita piula!’, que coisa estranha!





Internet Memes

30 06 2010

Eis aí uma linha do tempo do que foi assunto, viralizou ou foi mania na internet, claro, na visão dos americanos, ma tem bastante coisa que pefou por aqui também. É bem legal, vi no blog da Rosana.





Fórmulas do Pachecão

30 06 2010

Aproximadamente (leia-se: eu suponho que) 70 % (precisão nunca antes vista) das pessoas tenha certa dificuldade em física. Daí vem o Pachecão e ensina uns métodos. Nada novo, mas engraçado. Claro, no Programa do Jô, onde mais?

P.V= n. r. t = ?

vi no





Arte

30 06 2010

maggieintumblrland:  (via grottu)

Via








%d blogueiros gostam disto: